Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro

Serpente com Pedro Sousa e Margarida Garcia

Auditório Municipal Augusto Cabrita
22h15

Já um histórico da música experimental portuguesa neste século, Bruno Silva (que conhecemos pela primeira vez através do bastião dark leiriense Osso, bem nos primórdios do OUT.FEST) tem vindo nestes últimos anos a afirmar-se, a cada ano que passa, como um verdadeiro original à escala global.  Primeiro através do seu moniker Ondness e logo logo, e desde então em paralelo, enquanto Serpente, tem vindo a editar álbuns por vários dos mais prestigiados selos europeus, cada um mais apaixonante, mais essencial, mais “como é que esta música ainda não tinha sido feita?” que o anterior.

Serpente, que traz pela primeira vez ao OUT.FEST, é um processo em curso de criação de labirintos percussivos hipnotizantes, narcóticos, vivos mas ancestrais, onde cabem a batida, o free jazz, o minimalismo, a pan-culturalidade, o xamanismo quer de quarto quer dos grandes espaços abertos. Em vésperas de novo lançamento através da Ecstatic, que conta com colaborações ilustres como Kelly Jayne Jones, Maxwell Sterling ou Gabriel Ferrandini, apresenta-se ao vivo com a colaboração do saxofonista Pedro Sousa e da contrabaixista Margarida Garcia, ambos nomes definidores do jazz e da música improvisada no país – dizer que será especial nem chega a ser eufemismo.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram